Desabafo sobre desejos de final de ano


 Depois de muitas promessas na virada do ano, iniciamos nossas vidas com pensamentos majestosos de poupar dinheiro, desenvolver-se profissionalmente, mudar seu estilo de vida, pensar, vestir, emagrecer alguns quilos e quem sabe ser FeLiZ.

 NADA DISSO...
 Iniciamos nossas vidas trabalhando, pegando ônibus vazio (o que te dá a falsa ilusão de ter começado o ano bem), mas nada, absolutamente nada se compara em querer comprar coisas; investir o que se tem para ter tudo o que se deseja de mais caro e sofisticado. - É a regra da vida, Baby! 

 "Fazer promessas, é destruir tudo após estourar o limite do cartão de crédito."


 É realmente algo muito complexo e que acontece com muita frequência, isso só para provar o quanto somos imbecis em prometermos qualquer coisa que não seja viver.

 Eu por exemplo, quero um Xbox 360 e um Carro em 2012 só preciso conseguir dinheiro para isso. O que me leva a um lugar chamado: desenvolver-se profissionalmente. 
 Para provar que minha teoria está certíssima, um outro desejo me assombra - comprar cartas de Magic -, o que me leva a desconsiderar a promessa de comprar um xbox 360 e um Carro (risos). 
 Tudo que queremos depende boa parte de nossos esforços, dedicação e o principal força de vontade, não apenas de uma lista de papel com desejos profanos e oriundos. Até porque, desejos são passageiros e mutáveis (que rodam sem parar... rodam pelos subúrbios escuros...



 Mandamentos básicos da vida: Trabalhar, comer, sofrer, sorrir, chorar e ser pobre sem uma moedinha no bolso (Luciano Hulk que não apareça na Avenida Paulista enquanto eu estiver passando). 


 O que irá gerir nossas vidas é exatamente tudo que acreditamos ser promessas e, na verdade é apenas o curso natural das coisas.
 Povinho sem imaginação, porque não prometem algo como: ajudar o amigo a comprar um carro (agradeceria de imenso coração se alguém fizesse isso por mim e, se arrumasse uma garagem para guardar o carro também).
 Viver para trabalhar, comer, se divertir, conquistar um espaço no local onde estamos prostrados como grandes rochas é a lei universal da vida de um homem/mulher. Prometer isso ou aquilo não vai fazer diferença alguma se você não começar a agir para que as coisas aconteçam. Tenha a sua mente no lugar para  fazer toda a diferença, assim fica fácil conquistar qualquer coisa.

 Vamos começar o ano sem promessas, mas com objetivos reais. Nessa segunda feira tente não fazer de seu dia mais uma "listinha" de final de ano, tente transformá-lo em uma batalha contra tudo aquilo capaz de mudar o seu destino (já fiz o planejamento, vou comprar um Xbox 360! O restante de meus desejos vou fazer por onde).


 Que todos sejam bem vindos à 2012 reflitam sobre esse texto confuso buscando a sua felicidade.

Até breve.

 "Viver e não ter a vergonha de ser feliz..."

Ps: Que meu carro venha com uma fitinha vermelha e Glade para automóveis. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Meat the Truth - Uma verdade mais que inconveniente

Enquanto Seus Lábios Ainda Estão Vermelhos