Escritora, não por enquanto.

 Olá pessoas lindas do meu Brasil baronil!
 Hoje estou aqui para divulgar o poema de uma amiga @laislemos (http://pensamentosilusorios.blogspot.com/), escrito como auxílio de lição de casa, e não é que ficou bom! Apesar dela não admitir o poema ficou bem estruturado, interessante e faz pensar um pouquinho no momento em que podemos morrer ou simplesmente fazer a diferença.
  A morte ao meu ver nada mais é do que o começo de uma nova fase, uma nova caminhada em busca da felicidade. Difícil acreditar que a felicidade esteja em um planeta tão insignificante como o nosso, em que as pessoas se sentem infelizes mesmo tendo seus preciosos relógios digitais (trecho do guia dos mochileiros da galáxia, meu guia de bolso :D).
 Espero que gostem do poema, reflitam sobre cada instante da vida para que algo possa ser mudado e no final, como diz a futura arquiteta, literária, formiguinha buscando um pote de açúcar...SORRIR!
 
Minha morte

Quem sabe a hora da morte?
Ganhar na loteria, num dia de sorte?
Ah não, isso não.
Quem sabe correr no meio da avenida,
Buscar os sonhos durante a vida?

O fim, o começo, o ciclo.
Não, não e não.
Eu quero tudo, agora,
Não me leve embora.

Era o auge, agora não é e não há nada.
Nada.
Muitas vezes morri,
E só de olhar seus olhos, renasci.

Ele observa ao redor, à procura,
E aí percebe que ela está ali,
Semente viva, cheia de doçura,
Sob um raio de sol, sorri.
                       (Lais Lemos)

Comentários

  1. Pri!!!! Que honra! :D
    Fiquei bem feliz com seu post, tô me achando aqui, haha!
    Mas sério... Acho que a magia está em quem lê.
    Ahhh... E não foi dedicado à minha prima... Rs, era lição de casa dela e eu fiz pra ajudar... huahauhauah...
    Obrigada por fazer eu acreditar um pouco mais em mim mesma. :)

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Pode se achar mesmo menina, que não se acha!

    Já está corrigido no blog sobre a primuxa ahahha

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Parabéns, Laís. Adorei o poema! ^^
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Viu, eu não sou a única maluca ahhaha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pela visita.
Deixe seu comentário sobre o post, e sempre que quiser sinta-se a vontade em entrar e bisbilhotar :D

Beijos, Pri Viotto

Postagens mais visitadas deste blog

Meat the Truth - Uma verdade mais que inconveniente

Enquanto Seus Lábios Ainda Estão Vermelhos